Pages Navigation Menu

      

Centro de Equoterapia EquoAmigos


Qual o cavalo ideal para a Equoterapia?

O primeiro pre-requisito fundamental é ter conhecimento sobre a história do animal e sua doma. Sabemos que o cavalo é um animal associativo, ou seja, todas as memórias são armazenadas em seu cerebro para sempre, podendo estas serem resgatadas a qualquer momento.PamelaIsso significa que um cavalo que passou por uma doma violenta ou mesmo um trauma, pode durante a terapia reagir negativamente e até perigosamente a um estímulo associativo. Sendo assim, conhecer o animal que se está adquirindo, torna-se a regra número 1.

Se o Centro de Equoterapia, tem como objetivo o atendimento de pessoas portadoras de deficiências físicas ou neuromotoras, o cavalo a ser adquirido necessita ter como andamento, o trote. Somente através do cavalo de trote, alcançamos objetivos neuromotores propiciados por estímulos inerentes a este andamento, conhecido como, movimento tridimensonal.

Outra questão relevante, diz respeito a conformação do animal, devendo este apresentar aprumos regulares e cascos simétricos, entre outros quesitos corporais.

Para aqueles que objetivam somente abordagem com pacientes psiquiátricos, esse critérios tornam-se completamente irrelevantes.

Uma questão bastante controversa e polêmica, relaciona-se ao uso da égua na Equoterapia. No meu ponto de vista, a utilização da égua pode ser um problema quando a mesma possuir qualquer possibilidade de ser abordada por um cavalo garanhão durante o atendimento. Fato este muito comum de acontecer em hípicas e locais com mais de um tipo de atividade equestre. Para eliminar esse risco, nosso Centro de Equoterapia utiliza somente cavalos machos e castrados, evitando assim influências hormonais que possam criar situações inevitáveis e de difícil controle durante a sessão terapêutica.

O animal da Equoterapia não pode se considerado um cavalo alto, ou seja, além de 1.60 m de altura, permitindo assim a acessibilidade do terapeuta ao paciente quando o mesmo desejar aplicar alguma técnica ou conduta terapêutica. O cavalo precisa possuir bom engajamento, ou seja, seu passo precisa ser ritmico e cadenciado.

Finalizando, o cavalo da Equoterapia necessita ser um animal dócil, de boa índole, treinado e destinado para esta atividade especificamente, resultando em um cavalo obediente e de fácil manejo.